segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Primeiro Post!



Quem me conhece, já sabe que da maior parte das vezes estou sempre a queixar-me da minha vida, que nunca consigo cumprir aquilo a que me proponho.

E para não fugir a regra é exactamente isso que venho fazer neste meu primeiro post.
Mais uma vez deixei-me andar e nao consegui fazer o meu semestre completo na faculdade. Não vale a pena continuar a massacrar-me a dizer que vou fazer aquele curso só por uma questão de orgulho.

A verdade mais verdadinha de todas é que eu ODEIO o curso que estou a tirar, mas já estou a mais de metade de o terminar, é por isso que também não consigo por a hipótese de agora estar a mudar; outro dos motivos por ainda não ter mudado, é que simplesmente perdi a chama de seguir o meu verdadeiro sonho, as artes de palco. Quando vou para a cama e naquele impasse de adormecer fico a pensar no mundo que queria para mim, sempre que tento pensar em mim a representar, simplesmente mudo logo de pensamento porque já não me puxa pensar nisso.

A conclusão a que chego no meio disto tudo é que, prestes a fazer 23 anos, fico sem saber aquilo que quero fazer da vida.

Diz-se que a vida é uma procura constante do nosso bem estar, daquilo que realmente queremos, ambicionamos, mas eu penso que não é bem assim. A vida é feita de escolhas, tão depressa estamos aqui como de um momento para o outro queremos seguir outro caminho e ser felizes da duas maneiras. Eu penso que o meu problema foi ter caído na "conformice": conformei-me em que devia ir pelo caminho da frustração e agora ou atingi ou estou mesmo prestes a atingir o ponto sem retorno.

O meu sonho de vida, desde que me lembro que existo, está mais que apagado; estou num curso que não gosto desde o primeiro dia e nada fiz para mudar.

Nem sempre tive em casa pessoas que me dessem ouvidos sobre as minhas ambições; levei sempre com "NÃO" ou "PARECES MALUCO" ou "DEIXA DE SER FANTASIOSO" , durante a pior fase da nossa vida que é a fase da parvalheira, mas quando os meus pais mudaram a forma de pensar deles e simplesmente dizem: "FAZ O QUE ACHARES MELHOR" eu fico a olhar para eles e continuo sem fazer nada.

Preciso de um verdadeiro bofetão para ver se acordo, mas acho que nem assim =/


Vá mas nem tudo sao más noticias, porque consegui concretizar outros objectivos, arranjar trabalho, ter um carro e viajar com mais regularidade, são essas coisas que me fazem sentir bem. Adoro pegar no carro e conduzir, não sei explicar, da-me ma sensação de liberdade :D ; trabalhar faz-me sentir util e receber algo em troca do que faço e sempre bom; e viajar simplesmente me poe com um grande sorriso nos lábios: conhecer novos ambientes, pessoas, modos de vida, é fantástico.


E tenho os melhores amigos do mundo, aqueles que me respeitam por aquilo que eu sou, que percebem o significado daquilo que eu digo, só por isso a minha vida não o fim do mundo.

É verdade que talvez os meus problemas sejam muito fúteis se compararmos àqueles que passam fome, que estão em desespero ou doentes, mas também a verdade é que somos todos diferentes e temos os nossos problemas conforme a realidade em que vivemos e são tão ou mais graves que os problemas de outra pessoa qualquer.

Foi só um desabafo, prometo que este blog não se vai tornar no sítio deprimente como eu digo ali em cima, está só para enganar.

1 comentário:

Três Faces disse...

Decididamente 23 anos não é nada tarde para se mudar de rumo. Somos demasiado novos para tomar decisões tão grandes assim. Não devias desistir desse teu sonho, por mais estapafúrdio que te pareça agora.

Não sei que curso estás a tirar, mas se já te faz pensar assim, o mais provavel é que não vás gostar da profissão a que ele te leva. Acho que todos merecemos fazer aquilo que nos realiza, e ninguém tem o poder de dizer que são apenas fantasias.

Se vais a meio, tira o curso, mas sempre de olho nas outras opções. Nunca se sabe o que o futuro nos reserva.

Desculpa a intromissão e os conselhos que não pediste, mas que não consegui controlar. Beijo*

Enviar um comentário