terça-feira, 11 de maio de 2010

Sonho vs Realidade vs Ansiedade

Estou neste momento de férias do meu local de trabalho, e sempre que tenho mais tempo para poder pensar na minha pessoa, naquilo que tenho e que quero vir a ter, rapidamente vem umas bombas de coisas armazenadas na minha cabeça que rebentam todas ao mesmo tempo.
E nesses momentos sinto-me como num muro sem portas tantas sao as coisas que correm a volta da minha cabeça.
Hoje lembrei-me quando era adolescente, tinha os meus 16 17 anos, e usava uma agenda talvez de 1992 que me deram quando fiz 5 anos, para escrever os meus estados de alma (sempre fui um bocado maluco da cabeça) e dizia que quando tivesse 20 anos já queria ter ido a Londres, a Atenas e a Tóquio e que queria ter um trabalho fixe e estudar a noite na faculdade e apanhar muitas bebedeiras e ser muito sociável e ter os dentes arranjados (sim, era um grande problema existencial quando tinha os dentes tortos).
Hoje olhei para mim e com tanta coisa que tenho pensado, revi-me nesse meu eu há 7 anos atrás. Agora os sonhos são outros, se bem que na prática são a mesma coisa: SONHOS!
Sonho em ir a Londres a Atenas e a Tóquio, a estudar e a trabalhar fora deste país, fazer aquilo que sempre fiz às "escondidas" em casa: criar coisas (num aparte, a única coisa que me ARREPENDO de ter feito na minha vida foi ter destruído tudo aquilo que criei num momento em que também tinha demasiado tempo para pensar em mim); escrever desenhar, fazer maquetas, etc. Podiam ser coisas sem importância nenhuma, mas a mim sempre foi algo que me deu vida, que me fazia acordar todos os dias bem disposto e ir para a cama ainda mais bem disposto.
A realidade é que não tenho tempo para isso e quando tenho simplesmente ou fico deitado na cama, ou fico a olhar para o relógio do meu computador a ver as horas a passar a passar a passar e qd dou por mim são horas de ir para a cama, ou já passa muito disso.
Outras vezes penso para mim que sou maluco em querer fazer essas coisas, que devia era agarrar-me aos livros e acabar o meu curso de uma vez por todas e ir trabalhar. Desvalorizo-me, e na maior parte das vezes acho que mereço isso, porque na hora de fazer um ultimo esforço acabo sempre por me conformar à inutilidade.
Neste momento o meu maior sonho e mal acabe o meu curso sair deste pais uns tempos para ir estudar, sei que se eu quiser eu consigo isso e muito mais, tenho capacidades para tal, não me estou a gabar, mas eu sei que sou bom naquilo que faço sem ter que me entregar totalmente a seja o que for. A principal barreira nisto tudo e que estou num curso que odeio simplesmente e querer estar motivado para dizer que vou acaba-lo e com grnade media e complicado. Pode parecer que me estou a contradizer, mas e mau demais quando vamos a luta e por um motivo simplesmente exterior a nós, cortam-nos as pernas os braços e a cabeça.
No entanto eu vou a luta e sei que para o ano tenho o canudo na mão, mas este impasse de já só faltar o ano está a criar a mim uma ansiedade tal que ja nem dormir consigo. Acordo mais cansado do que quando me vou deitar.
Falta-me encontrar um equilíbrio, se alguém me souber dizer onde está por favor, desesperado sempre estive, mas neste momento é um desesperado bastante preocupante que já vem desde o fim do ano passado !
Eu digo que sou bastante independente e autónomo, mas as vezes ter sempre alguém ao meu lado a dizer o que tenho de fazer ajuda-me. Sou uma pessoa que sabe aceitar e cumprir ordens de alguém.

E fico-me por aqui, peço desculpa de os meus textos serem sempre uma confusão mas eu vou escrevendo à medida que as palavras chegam a minha cabeça!

Sem comentários:

Enviar um comentário