segunda-feira, 15 de agosto de 2011

End of a good story.

Parece que tudo o que começa realmente acaba.

Acho que ainda não caí em mim totalmente no que realmente se passou, mas o facto é que "it's over".
Em certa medida há algum tempo que sentia que isto ia acontecer, mas fiquei surpreendido.

Desta vez sei que fiz tudo bem e lutei para que tudo desse certo; pelos vistos não foi suficiente.
Nestas coisas não há culpados nem inocentes, todos têm o seu papel no desfecho, mas agora que aos poucos começo a perceber o que isto significa, a dor está a apoderar-se e as perguntas que me saem da cabeça são: "porquê? onde é que eu falhei? porque é que é sempre assim comigo? de que me vale abrir e me entregar quando acabo nunca por ser retribuído?"

Parece-me que o melhor é mesmo voltar ao que eu era há uns tempos atrás: eu, depois eu, eu, a seguir eu e por fim eu. Sempre não me magoo, faço o que quero e escuso de me estar a dar a outra pessoa pois no fim acabo por ser desvalorizado em tudo o que faço.

Sim, eu admito apesar de ainda não parecer e de nos próximos tempos não dar a entender: estou de rastos. Acho que não merecia isto depois de tudo o que eu fiz.

Tenho dito.

Sem comentários:

Enviar um comentário